AV. ASSIS BRASIL, 8787, SARANDI, PORTO ALEGRE-RS | CENTRAL DE ATENDIMENTO 0800 51 8555 

Você está aqui

argentina

A indústria de transformação gaúcha reduziu em 12,7% suas exportações em julho, na comparação com o mesmo mês do ano passado, ao vender para o exterior US$ 897 milhões. Contribuíram mais significativamente para este resultado negativo Máquinas e equipamentos, com queda de 28,2%; e Veículos automotores, com -20,3%. Os segmentos de Alimentos (9,2%) e Celulose e Papel (20,5%) se destacaram positivamente, insuficiente, todavia, para compensar as perdas.

A crise cambial na Argentina e a redução das vendas de carne suína provocada pelo embargo da Rússia, no contexto externo; e a greve dos caminhoneiros, no contexto interno, provocaram forte retração nas exportações da indústria de transformação gaúcha no segundo trimestre de 2018, em relação ao mesmo período de 2017. É o que revela a Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), ao divulgar, nesta terça-feira (10), a Balança Comercial.

As exportações de janeiro deste ano da indústria do Rio Grande do Sul registraram o melhor desempenho neste mês desde 2012, alcançando US$ 1,05 bilhão, 16,3% a mais do que em igual período de 2017.  A variação foi superior à registrada pela indústria nacional, de 12,5%. “O bom resultado se dá pela base de comparação baixa e pelo aquecimento da demanda externa, principalmente de mercados que consomem boa parte de nossos produtos, como Argentina, Estados Unidos e União Européia”, explica o presidente da FIERGS, Gilberto Porcello Petry.

Cinco compradores do setor de vestuário e acessórios de Argentina, Chile, Costa Rica e Equador estiveram na sede da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), nesta quarta-feira (6), para conhecer mais de perto as indústrias gaúchas do segmento e prospectar negócios. Eles participaram do Encontro Internacional de Negócios do Setor da Moda, com a presença de 16 indústrias do Estado de segmentos como bijuterias, bolsas, bonés, calçados, moda feminina casual, intima, praia e para adolescentes.

Foram 138 reuniões realizadas, envolvendo 21 empresas gaúchas com 10 compradores estrangeiros. O Encontro Internacional de Negócios de Alimentos e Bebidas 2017, que ocorreu na segunda-feira (23), na sede da FIERGS, teve como resultado a concretização de US$ 1,5 milhão em acordos, e a expectativa de geração de mais US$ 8 milhões para os próximos 12 meses.

Dar sequência ao projeto de aproximação entre o Rio Grande do Sul e a província argentina de Misiones foi o objetivo do seminário realizado na sede da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), nesta terça-feira (10).

As exportações totais do Rio Grande do Sul somaram US$ 1,79 bilhão e apresentaram um crescimento muito pequeno em maio, na comparação com o mesmo mês do ano passado: 0,6%. Em uma análise desagregada, o grupo das commodities (totalizando US$ 718 milhões) caiu 1,1%. A indústria de transformação, por sua vez, embarcou US$ 1,05 bilhão, incremento de apenas 1,2%, bem inferior ao do Brasil no período, que foi de 4,5%.

Influenciadas positivamente pelas commodities, que subiram 36% e somaram US$ 605 milhões, as exportações totais do Rio Grande do Sul aumentaram 14,8% em abril, na comparação com o mesmo mês do ano passado. Totalizaram US$ 1,51 bilhão. A soja foi o principal produto do grupo, com US$ 551 milhões, um acréscimo de 35,3% na mesma base de comparação, com compras especialmente da China.

O Seminário Bilateral Oportunidades de Negócios foi um dos primeiros compromissos da delegação oficial gaúcha nesta segunda-feira, 13 de março, em Mendoza, na Argentina. O evento técnico faz parte da agenda para incrementar as relações comerciais entre o Estado e o país vizinho. A vice-presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), Maristela Longhi, acompanha a comitiva, formada por gestores, empresários e liderada pelo governador do Estado, José Ivo Sartori.

A vice-presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), Maristela Cusin Longhi, e o diretor e coordenador do Conselho de Agroindústria da entidade (Conagro), Marcos Oderich, participam na próxima segunda e terça-feira, 13 e 14 de março, da assinatura de acordos de cooperação bilateral entre o governo do Estado e as províncias argentinas de Mendoza e Misiones. O país vizinho é o maior parceiro comercial dos gaúchos no Mercosul.